Teaching Mission Translations






Back to List of Translations
Print This Document

P-Machiventa010192Rayson_WeArePartOfTheFifthEpochalRevelation

P-Maquiventa01.01.92Rayson_SomosParteDa5aRevelaoDepoca

Recebido por Grupo No-Identificado

Instrutores: Maquiventa Melquizedeque (Prncipe Planetrio de Urntia)

e Rayson

Tema: Somos Parte da Quinta Revelao de poca

Louvemos o Senhor, eu sou o Prncipe Maquiventa Melquizedeque, Prncipe de Urntia e agente de nosso Filho Criador Micael de Nbadon, a quem adoramos e amamos. Saudaes, filhos do tempo, tenho o prazer de formalmente apresent-los Misso Instrutora para a qual tenho a designao, a responsabilidade e a honra de liderar, durante os mil anos do Tempo de Correo (nos 37 planetas da Rebelio), enquanto julgamos todos os efeitos da rebelio dos infames Lcifer, Satans, Caligstia e Daligstia, dos Seres Intermedirios rebeldes e de outros que ingressaram naquela maligna conspirao pela auto-liberdade e pela negao da autoridade e da Criao do Pai.

O Tempo de Correo ser uma era de maravilhas e de acontecimentos miraculosos para a mente e a alma humanas. Para ns uma grande oportunidade de tornar certo o que foi feito errado e obscuro. Alm disso o nosso planeta est novamente ligado aos circuitos normais e muito acontecer, durante suas vidas, para afirmar perante seus olhos espirituais a vindoura era de esclarecimento espiritual e a eventual transfuso de Deus, de volta Humanidade. Agradecemos esta oportunidade de servir em to maravilhosa misso.

Dou-lhes boas-vindas Misso, que agora de vocs tambm. Compartilhamos a mesma senda, o mesmo Pai nos criou, nos ama e algum dia, filhos, nos encontraremos no Alto com o Pai Universal e seguiremos adiante para os nveis do Espao Exterior, onde esta experincia ajudar vastamente as suas tarefas quando se tornarem finalitores (membros do Corpo da Finalidade da Criao).

Eu cuido da superviso e coordenao de cada aspecto de seu crescimento, desenvolvimento e instruo. Tudo monitoramos cuidadosamente porque, infelizmente, ocorreram muitos erros e no desejamos ver o seu planeta de novo envolvido em aes retrgradas. Estudamos longa e arduamente para assegurar que teramos sucesso em ganhar Urntia para o lado do bem, de Deus e da Luz; e no falharemos desta vez!

Meu amor, oraes e cuidados esto com vocs. Envio-lhes as saudaes pessoais de Micael de Nbadon (Cristo Micael), que esteve aqui com vocs esta noite. Ele ama seus filhos bastante e ternamente, e conhece suas almas e potenciais. Suas oraes e Seu amor esto com vocs agora e sempre.

Deus os abene e guarde, meus filhos. At a prxima vez, eu me despeo.

RAYSON disse (em 25.10.91), com relao ao Livro de Urntia, que:

Nossa Misso no se ope Revelao. Estejam certos de que ela parte da Revelao. O Pai no somente aprovou a verdade em um livro. O livro foi enviado para preparar a primeira onda de trabalhadores no Reino. Seu mundo um mundo analfabeto. um mundo dividido como a Torre de Babel, pelas lnguas e raas. Por que, perguntem-se, o Pai invisvel enviaria apenas um livro? Nossa verdade, esclarecimento, associao ao Reino para todos os mortais, sem importarem as habilidades intelectuais. O livro foi enviado para preparar a primeira onda de trabalhadores, vocs, que levaro a palavra ao mundo, por meio dos instrutores do Prncipe Melquizedeque. Quanto mais esclarecido se tornar o mundo, tantas mais pessoas aceitaro o livro.

Rayson (13.01.92): Esperamos alcanar uma elevao espiritual nos prximos mil anos do Tempo de Correo, utilizando indivduos transformados para finalmente transformarmos este mundo. Somos uma continuao da Quinta Revelao de poca. No somos uma outorga separada, mas esta fase da Revelao foi planejada desde o princpio. Entretanto, decidiu-se no revel-la s primeiras personalidades de contato devido ao perigo de expor a Revelao ao emocionalismo, descrena, abandono. O livro precisava crescer e lanar razes prprias.

Agora procedemos a arregimentar humanos que esto prontos e a ativ-los para o mundo. Vamos contact-los em escala mundial, leitores e no-leitores, indistintamente. Comeamos principalmente com leitores, que requerem menos trabalho de base.

Traduzido por Frederico em Braslia, 8 de janeiro de 2005.

END